quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A história do Curió Ana Dias. A origem do Canto Praia Grande Clássico.


O curió Ana Dias ficou conhecido por esse nome por ter sido capturado no Distrito de Ana Dias, Município de Itarirí, localizado entre o Vale da Ribeira e o Litoral Sul Paulista, em 1955 ou 1956.
Era pardo, no ano de 1956 ou 1957, constatando-se também que foi negaça (caçador) e grande repetidor no seu canto original.
O Curió Ana Dias chamou a atenção por dois motivos, em primeiro lugar por ser um grande repetidor, dotado de belíssima voz. Em segundo lugar, pela facilidade com que aprendia novas notas com outros curiós e as incorporava ao seu canto. Como exemplo podemos citar a incorporação das notas Quim Quim e das batidas Tué Tué, típicas de curiós da região de Pedro Taques-SP. As notas Uíl Uíl, características do canto dos curiós da região vizinha à Estação Ferroviária de Samaritá, e as notas Té Té, foram incorporadas ao seu canto durante a convivência com um curió chamado de Jurubatuba, que recebeu esse nome por ter sido capturado próximo a cachoeira do rio Jurubatuba.
O curió Ana Dias recebeu o anel nº 1.534/IBDF/77, sendo adquirido pelo Sr. Luiz Pintor, foi levado para a cidade de São Vicente-SP (já preto), passando por diversos proprietários, os quais procuraram  aprimorar as notas do canto "Praia Grande" o que só veio acontecer por volta do ano de 1960, pois na época já cantava o estilo "Pedro Taques", isto é, com as notas de "Quim-Quim" e "Batida de Praia".
A nota de Samaritá e a invertida de canto foi assimilado do Curió Jurubatuba, quando era proprietário o Sr. Lucas, conhecido como chocolate. O mestre Curió Jurubatuba teve como proprietário o Sr. Germano.
Ao longo de seus três primeiros anos de vida,  o Curió Ana Dias foi absorvendo notas de outros curiós, até que ficou com o magnífico canto praia grande. Ainda bem que um de seus donos, Sr. Walter Moretti, em 1985, portanto, dois anos apenas antes do Curió Ana Dias morrer, teve a brilhante idéia de gravar um disco de vinil com seu belo e melodioso Canto Praia Grande. Hoje, praticamente todos os curiós existentes com este mavioso canto, devem isto ao Sr. Walter. 
O disco de vinil gravado com o canto do  Curió Ana Dias,  (nos dias de hoje disponível em CD, Cartão de Memória ou Salvo em Pen Drive), tem a finalidade de difundir o canto "Praia Grande", na modalidade "Superclássico", servindo para aprendizado e aperfeiçoamento no encarte de filhotes de curió, e manutenção de canto de curiós pretos.
É também, por esse motivo, uma homenagem a todo o seus ex-proprietários, que sempre souberam zelar pela sua preservação e, conseqüentemente, pelo seu maravilhoso canto. 
Foram, portanto seus proprietários até 1964, Luiz Pintor, Lucas (chocolate),  Zé Galinheiro,  Germano,  André,  Joel, Nestor e João Massarella. Após 1964, Walter Moretti, Sebastião Ramos, Antonio Scarabeleni, Dr. Licínio Hilmar de Oliveira Arantes e Carlos Checoli.
O Curió Ana Dias, na sua voz característica de "Praia Grande", cujo som melodioso nos lembra os acordes de um violino, no seu perfeito canto classifica-se na modalidade de "Superclássico".
É interessante notar que os cantos dos curiós diferem de acordo com suas regiões de origem. Assim, o Curió Canto Praia Grande origina-se como o próprio nome indica, da Praia Grande, Litoral Sul de São Paulo. Pela sua beleza e canto de ricas notas musicais é o preferido pela grande maioria dos curiozeiros. Tornou-se também o canto padrão oficializado pela Federação Brasileira de Criadores de Curió e Bicudos, com sede na cidade de Piracicaba-SP.
Com regulamento próprio, rege todos os torneios que se realizam pelos clubes filiados.
NOTAS DE CANTO DO CURIÓ ANA DIAS

TI-TUÍ: duas notas de entrada de canto.
 
TÉ-TÉ: duas notas de ligação.
 
QUIM-QUIM-TÓI: duas notas de quim-quim seguida da nota tói.
 
TÉ-TÉ: duas notas de ligação.
 
TUÉ-TUÉ-TUÉ: duas ou mais notas de batida de praia.
 
QUIM-QUIM: duas notas de quim-quim.
 
TÉ-TÉ: duas notas de ligação.
 
UÍL-UÍL: duas notas de samaritá.
 
TÉ-TÉ: duas notas de ligação.
 
QUIM-QUIM-TÓI: duas notas de quim-quim, seguidas da nota tói.
 
TÉ-TÉ: duas notas de ligação.
 
TUÉ-TUÉ-TUÉ: duas ou mais notas de batida de praia.
 

O fechamento do canto poderá ser com as notas de batida de praia, como também acrescidas do PURRU.

Este é um canto completo, composto de 26 notas. Partitura feita, gentilmente, pelo Maestro Záccaro, do Coral Lírico Municipal de São Paulo.
A mais perfeita execução das notas musicais desta partitura, será obtida através do violino.

O inigualável Curió Ana Dias, que emocionou aos amantes do Canto Praia Grande na Categoria Superclássico, pela perfeição do seu canto em melodia e harmonia, morreu em 22 de abril de 1987, aos 32 anos de idade, em propriedade do Sr. Walter Moretti na cidade de Jundiaí-SP.

Vilson de Souza - Sorocaba-SP

(Autorizado a cópia deste Artigo para Blogs e Sites, desde que seja citado o nome do autor e a fonte).
*******************************************************
VEJA ABAIXO, "CURIÓ-OKÊ" VIDEO COM O CANTO PRAIA GRANDE CLÁSSICO PASSO A PASSO:
******************************************************* Clique PAUSE ou STOP no Audio do Canto Praia Grande Clássico (ACIMA - NO INÍCIO DA PÁGINA) para assistir o Video abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário